Pesquisa
Todas as categorias
    Menu Close

    FASSA BORTOLO S605 Bio-Acabamento Branco (25kg)

    Fabricante: FASSA BORTOLO
    FASSA BORTOLO S605 Bio-Reboco branco de acabamento fino para o saneamento de alvenarias, para interior e exterior. S 605 é utilizado como massa de acabamento branca, com uma elevada permeabilidade ao vapor de água, com efeito mármore, para interior e exterior. Pode ser utilizado como reboco de acabamento para terminação dos ciclos de saneamento de alvenarias sujeitas a humidade de ascensão capilar, realizados com rebocos macroporosos, como nos ciclos da linha Puiracalce, constituído por S 650, S 639 e S 605.
    Código SKU: 352146810558
    Código fabricante: 457L1
    banner
    16,05€ +IVA
    0,64€ / 1 kg
    Quantidade mínima de compra 10
    i h
    Tempo de entrega estimado: até 7 dias úteis

    (informação do fabricante do produto)

    Utilização

    • S 605 é utilizado como massa de acabamento branca,com uma elevada permeabilidade ao vapor de água, com efeito mármore, para interior e exterior.
    • Pode ser utilizado como reboco de acabamento para terminação dos ciclos de saneamento de alvenarias sujeitas a humidade de ascensão capilar, realizados com rebocos macroporosos, como nos ciclos da linha Puiracalce, constituído por S 650, S 639 e S 605.

    Fornecimento:

    • Sacos especiais com proteção contra a humidade de aprox. 25 kg

    Informação técnicas:

    • À base de nanocal
    • Elevada permeabilidade ao vapor
    • Ecocompatível com suportes antigos
    • Resistente aos sais e eflorescências
    • Excelente transpirabilidade
    • Excelente rendimento

    Composição

    • S 605 é uma argamassa seca branca à base de cal aérea, ligante hidráulico, pó de mármore, areias classificadas.

    Preparação do suporte

    • O suporte dever ser limpo de poeiras, sujidade, eflorescências salinas, etc.
    • Eventuais vestígios de óleos, gorduras, ceras, etc. devem ser removidos preventivamente.
    • As sub-bases degradadas ou particularmente absorventes devem ser tratadas com um primário isolante tipo AG 15, diluído segundo o indicado na respetiva ficha técnica.
    • É sempre aconselhável efetuar este tipo de tratamento quando a superfície a revestir apresenta fortes diferenças de absorção, ou sempre que se deseje aumentar o tempo de trabalhabilidade.
    • Para a aplicação de S 605 o reboco de base deve estar terminado

    Trabalhabilidade:

    • Deitar o produto na quantidade correspondente de água limpa (indicada nos Dados Técnicos) e mexer em betoneiras comuns ou, para pequenas quantidades, à mão ou com um agitador mecânico.
    • O tempo de mistura não deve ultrapassar os 3 minutos e deve-se deixar a massa em repouso durante 10 minutos antes da aplicação.
    • O material misturado deve ser utilizado no espaço de 2 horas.
    • A aplicação é realizada com espátula metálica, tendo o cuidado de distribuir um estrato uniforme de material; o acabamento é feito com a talocha de esponja com movimentos circulares.
    • Em rebocos de base irregulares, aconselha-se a efetuar a aplicação de duas camadas de material, a fim de obter um melhor efeito estético.
    • Se necessário (por exemplo, no caso de suportes desiguais) convém embeber uma rede em fibra de vidro resistente aos álcalis tipo FASSANET 160.
    • Aplicar um segundo estrato de S 605 assim que a primeira demão começa a endurecer, e fazer o acabamento com talocha de esponja.

    Observações

    • Produto para uso profissional.
    • Consultar sempre a ficha de segurança antes de usar.
    • O produto fresco deve ser protegido do gelo e de uma secagem rápida.
    • Dado o endurecimento ser baseado na presa hidráulica do cimento, uma temperatura de +5°C é aconselhada como valor mínimo para aplicação e para um bom endurecimento da argamassa .
    • Abaixo de tal valor a presa do produto seria excessivamente retardada e abaixo dos 0º C a argamassa fresca ou em fase de endurecimento, seria exposta à acão desagregante do gelo.
    • É necessário ventilar adequadamente as instalações após a aplicação até que esteja completamente seco, evitando mudanças bruscas de temperatura no aquecimento de espaços.
    • Proteger o produto com acabamentos adequados, devendo ser aplicados sobre o produto devidamente curado.
    • Durante o verão, em superfícies expostas ao sol, aconselha-se molhar os acabamentos depois da aplicação
    • Para maximizar a transpirabilidade do acabamento, é fundamental utilizar também uma tinta ou um revestimento também transpiráveis.
    • S 605 deve ser utilizado no estado original sem adição de materiais estranhos.

    Conservação:

    • Conservar em local seco por um período não superior a 12 meses

    Qualidade:

    • S 605 é submetido a um constante controlo nos nossos laboratórios.
    • As matérias-primas utilizadas são rigorosamente selecionadas e controladas.

    Características Técnicas:

    • Peso específico do pó aprox. 1.300 kg/m³
    • Granulometria < 0,6 mm Água de mistura 21-23%
    • Rendimento aprox. 1,4 kg/m² por mm de espessura
    • Densidade da argamassa endurecida (EN 1015-10) aprox. 1.500 kg/m³
    • Resistência à compressão a 28 dias (EN 1015-11) aprox. 2,5 N/mm²
    • Módulo de elasticidade aos 28 dias aprox. 3.500 N/mm²
    • Fator de resistência à passagem de vapor (EN 1015-19) µ ≤ 12 (valor medido)
    • Coeficiente de absorção de água por capilaridade (EN 1015-18) W0
    • Coeficiente de condutibilidade térmica (EN 1745) λ = 0,53 W/m∙K (valor tabelado)
    • Índice de radioactividade (UNI 10797/1999) I = 0,39 ± 0,05
    • Reação ao fogo A1
    • Conforme a norma EN 998-1 GP-CSII-W0

    Documentação técnica

    (informação do fabricante do produto)

    Utilização

    • S 605 é utilizado como massa de acabamento branca,com uma elevada permeabilidade ao vapor de água, com efeito mármore, para interior e exterior.
    • Pode ser utilizado como reboco de acabamento para terminação dos ciclos de saneamento de alvenarias sujeitas a humidade de ascensão capilar, realizados com rebocos macroporosos, como nos ciclos da linha Puiracalce, constituído por S 650, S 639 e S 605.

    Fornecimento:

    • Sacos especiais com proteção contra a humidade de aprox. 25 kg

    Informação técnicas:

    • À base de nanocal
    • Elevada permeabilidade ao vapor
    • Ecocompatível com suportes antigos
    • Resistente aos sais e eflorescências
    • Excelente transpirabilidade
    • Excelente rendimento

    Composição

    • S 605 é uma argamassa seca branca à base de cal aérea, ligante hidráulico, pó de mármore, areias classificadas.

    Preparação do suporte

    • O suporte dever ser limpo de poeiras, sujidade, eflorescências salinas, etc.
    • Eventuais vestígios de óleos, gorduras, ceras, etc. devem ser removidos preventivamente.
    • As sub-bases degradadas ou particularmente absorventes devem ser tratadas com um primário isolante tipo AG 15, diluído segundo o indicado na respetiva ficha técnica.
    • É sempre aconselhável efetuar este tipo de tratamento quando a superfície a revestir apresenta fortes diferenças de absorção, ou sempre que se deseje aumentar o tempo de trabalhabilidade.
    • Para a aplicação de S 605 o reboco de base deve estar terminado

    Trabalhabilidade:

    • Deitar o produto na quantidade correspondente de água limpa (indicada nos Dados Técnicos) e mexer em betoneiras comuns ou, para pequenas quantidades, à mão ou com um agitador mecânico.
    • O tempo de mistura não deve ultrapassar os 3 minutos e deve-se deixar a massa em repouso durante 10 minutos antes da aplicação.
    • O material misturado deve ser utilizado no espaço de 2 horas.
    • A aplicação é realizada com espátula metálica, tendo o cuidado de distribuir um estrato uniforme de material; o acabamento é feito com a talocha de esponja com movimentos circulares.
    • Em rebocos de base irregulares, aconselha-se a efetuar a aplicação de duas camadas de material, a fim de obter um melhor efeito estético.
    • Se necessário (por exemplo, no caso de suportes desiguais) convém embeber uma rede em fibra de vidro resistente aos álcalis tipo FASSANET 160.
    • Aplicar um segundo estrato de S 605 assim que a primeira demão começa a endurecer, e fazer o acabamento com talocha de esponja.

    Observações

    • Produto para uso profissional.
    • Consultar sempre a ficha de segurança antes de usar.
    • O produto fresco deve ser protegido do gelo e de uma secagem rápida.
    • Dado o endurecimento ser baseado na presa hidráulica do cimento, uma temperatura de +5°C é aconselhada como valor mínimo para aplicação e para um bom endurecimento da argamassa .
    • Abaixo de tal valor a presa do produto seria excessivamente retardada e abaixo dos 0º C a argamassa fresca ou em fase de endurecimento, seria exposta à acão desagregante do gelo.
    • É necessário ventilar adequadamente as instalações após a aplicação até que esteja completamente seco, evitando mudanças bruscas de temperatura no aquecimento de espaços.
    • Proteger o produto com acabamentos adequados, devendo ser aplicados sobre o produto devidamente curado.
    • Durante o verão, em superfícies expostas ao sol, aconselha-se molhar os acabamentos depois da aplicação
    • Para maximizar a transpirabilidade do acabamento, é fundamental utilizar também uma tinta ou um revestimento também transpiráveis.
    • S 605 deve ser utilizado no estado original sem adição de materiais estranhos.

    Conservação:

    • Conservar em local seco por um período não superior a 12 meses

    Qualidade:

    • S 605 é submetido a um constante controlo nos nossos laboratórios.
    • As matérias-primas utilizadas são rigorosamente selecionadas e controladas.

    Características Técnicas:

    • Peso específico do pó aprox. 1.300 kg/m³
    • Granulometria < 0,6 mm Água de mistura 21-23%
    • Rendimento aprox. 1,4 kg/m² por mm de espessura
    • Densidade da argamassa endurecida (EN 1015-10) aprox. 1.500 kg/m³
    • Resistência à compressão a 28 dias (EN 1015-11) aprox. 2,5 N/mm²
    • Módulo de elasticidade aos 28 dias aprox. 3.500 N/mm²
    • Fator de resistência à passagem de vapor (EN 1015-19) µ ≤ 12 (valor medido)
    • Coeficiente de absorção de água por capilaridade (EN 1015-18) W0
    • Coeficiente de condutibilidade térmica (EN 1745) λ = 0,53 W/m∙K (valor tabelado)
    • Índice de radioactividade (UNI 10797/1999) I = 0,39 ± 0,05
    • Reação ao fogo A1
    • Conforme a norma EN 998-1 GP-CSII-W0

    Documentação técnica

    Especificações do produto
    Forma de aplicação Aplicação Manual
    Embalagem Saco de 25 Kg
    Cores
     
    Zona de aplicação Zona interior
    Zona de aplicação Zona exterior
    Certificações Meio Ambientais Dispõe de pontuação para Certificação LEED
    Base do produto Base de nanocal
    Propriedades Elevada permeabilidade ao vapor
    Propriedades Ecocompatível com suportes antigos
    Propriedades Resistente aos sais e eflorescências
    Propriedades Excelente trabalhabilidade
    Propriedades Excelente rendimento
    Campo de Aplicação Acabamento de Saneamento
    TAG de Produtos