Pesquisa
Todas as categorias
    Menu Close

    FASSA MS 20 Reboco à base de cal e cimento (25kg)

    Fabricante: FASSA BORTOLO
    MS 20 é utilizado como reboco para aplicar à mão ou à máquina sobre alvenaria de tijolo, betão, blocos de cimento, blocos térmicos, etc. Para suporte especiais é necessário consultar as instruções do fornecedor. DADOS TÉCNICOS RELEVANTES: Rendimento: 15 kg/m2 por cm; Espessura por estrato: 10 a 20 mm; Tempo de espera entre camadas: 12 horas; Granulometria: < 1,5 mm; Aderência ao suporte: ≥ 0,3 N/mm2 - FP:B; Coef. de absorção de água por capilaridade: W0
    Código fabricante: 1625
    banner
    Preço sob consulta
    Este produto tem uma quantidade mínima de 5
    i h
    Tempo de entrega estimado: até 3 dias úteis

    (informação do fabricante do produto)

    Característica técnicas:

    • Alta produtividade
    • Boa trabalhabilidade
    • Matérias-primas selecionadas
    • Elevado rendimento
    • Acabamento areado
    • Fácil aplicação

    Composição:

    • MS 20 é uma argamassa seca pré-misturada composta por, cimento Portland, areias classificadas e aditivos para melhorar a trabalhabilidade e a adesão.

    Fornecimento:

    • Granel em silo
    • Sacos especiais com proteção contra a humidade de aprox. 25 kg

    Utilização:

    • MS 20 é utilizado como reboco para aplicar à mão ou à máquina sobre alvenaria de tijolo,betão, blocos de cimento, blocos térmicos, etc. Para suporte especiais é necessário consultar as instruções do fornecedor.

    Preparação do suporte:

    • A alvenaria deve estar seca, livre de pó, sujidades, eflorescências salinas, etc. Eventuais vestígios de óleos, gorduras, ceras, etc. devem ser removidas preventivamente. As superfícies em betão liso devem estar secas e previamente tratadas com materiais ligantes como por exemplo o nosso produto SP 22. Juntas de elementos diferentes devem ser armadas com uma rede especial em fibra de vidro resistente aos álcalis; a rede não deve ser diretamente fixada à alvenaria, mas sim imersa na parte superficial do reboco. Para obter uma boa qualidade dos rebocos e evitar consumos excessivos de material é aconselhável adotar um particular cuidado na execução das alvenarias; as juntas entre os tijolos devem ser bem preenchidas, eventuais furos ou rachas na parede devem ser previamente fechados, os contrachassis devem ficar poucos milímetros salientes. Para respeitar o prumo das paredes, é aconselhável predispor mestras ou perfis nos cantos e guias verticais nas paredes.

    Trabalhabilidade:

    • MS 20 é trabalhado à mão ou com máquinas de projetar reboco tipo FASSA, PFT ou semelhantes. Para aplicações à mão, deitar o produto na quantidade correspondente de água limpa (indicada nos Dados Técnicos) e mexer na betoneira ou, para pequenas quantidades, com um agitador mecânico por um tempo não superior a 3 minutos.
    • A argamassa depois de misturada com água deve ser aplicada no espaço de 2 horas. Aplica-se num único estrato até espessuras de 20 mm projectando de baixo para cima e endireita-se sucessivamente com régua H em sentido horizontal e vertical até obter uma superfície plana. Para espessuras superiores a 20 mm, o reboco deve ser aplicado em vários estratos, à distância de pelo menos 1 dia, tendo o cuidado de deixar o estrato precedente rugoso. O processamento superficial do reboco prevê o acabamento com talocha, a fim de obter uma superfície homogénea e compacta e fechar eventuais microfissuras provocadas pela remoção plástica do produto, e efetua-se de 1,5 a 4 horas após a aplicação consoante as condições ambientais e o tipo de superfície.
    • O acabamento das paredes é completado aplicando rebocos de acabamento de grão fino, argamassas tipo ZP 149 ou LC7 RASOLISCIO, revestimentos murais de base mineral, etc.

    Observações:

    • Produto para uso profissional.
    • Consultar sempre a ficha técnica e de segurança antes de utilizar.
    • O produto fresco deve ser protegido do gelo e de uma secagem rápida. Recomenda-se uma temperatura de +5°C como valor mínimo para a aplicação. Abaixo desse valor a presa é excessivamente retardada e abaixo de 0°C a argamassa fresca, ou ainda não totalmente endurecida, é exposta à ação desagregante do gelo.
    • Para temperaturas entre tra 5°C e 10°C, de modo a evitar um desenvolvimento da resistência mecânica muito lento, aconselha-se a utilizar água a uma temperatura de aproximadamente 20°C. • Quando a temperatura ambiental é superior a 30°C, aconselha-se a utilização de água fria. • Durante o verão, em superfícies expostas ao sol, aconselha-se molhar os rebocos depois da aplicação durante alguns dias.
    • A aplicação na presença de vento forte, pode provocar a formação de fissuras e microfissuras no reboco. Nestas condições, aconselha-se a adoção de medidas de precaução (proteção das áreas internas, aplicação de rebocos em 2 estratos, talochando perfeitamente a superfície, etc.). • Para aplicações sobre suportes particulares (placas em fibra de madeira alvenarias isolantes, etc) não garantimos uma aplicação isenta de fissuras. Os nossos técnicos estão à vossa disposição para aconselhar-vos de modo a limitar quaisquer inconvenientes. É oportuno consultar as indicações do fornecor do suporte.
    • Para reestruturação, com suportes heterogéneos e espessuras variáveis de argamassa de reboco, consultar o nosso técnico da área para um ciclo mais apropriado. • Pinturas, revestimentos, etc. devem ser aplicados após a secagem completa dos rebocos.
    • É necessário ventilar adequadamente as instalações após a aplicação até que esteja completamente seco, evitando mudanças bruscas de temperatura no aquecimento de espaços.
    • MS 20 deve ser utilizado no estado original sem a adição de materiais estranhos.

    Conservação:

    • Conservar em local seco por um período não superior a 12 meses

    Qualidade:

    • MS 20 é submetido a um constante controlo nos nossos laboratórios. As matérias-primas utilizadas são rigorosamente selecionadas e controladas.

    Documentação técnica

    (informação do fabricante do produto)

    Característica técnicas:

    • Alta produtividade
    • Boa trabalhabilidade
    • Matérias-primas selecionadas
    • Elevado rendimento
    • Acabamento areado
    • Fácil aplicação

    Composição:

    • MS 20 é uma argamassa seca pré-misturada composta por, cimento Portland, areias classificadas e aditivos para melhorar a trabalhabilidade e a adesão.

    Fornecimento:

    • Granel em silo
    • Sacos especiais com proteção contra a humidade de aprox. 25 kg

    Utilização:

    • MS 20 é utilizado como reboco para aplicar à mão ou à máquina sobre alvenaria de tijolo,betão, blocos de cimento, blocos térmicos, etc. Para suporte especiais é necessário consultar as instruções do fornecedor.

    Preparação do suporte:

    • A alvenaria deve estar seca, livre de pó, sujidades, eflorescências salinas, etc. Eventuais vestígios de óleos, gorduras, ceras, etc. devem ser removidas preventivamente. As superfícies em betão liso devem estar secas e previamente tratadas com materiais ligantes como por exemplo o nosso produto SP 22. Juntas de elementos diferentes devem ser armadas com uma rede especial em fibra de vidro resistente aos álcalis; a rede não deve ser diretamente fixada à alvenaria, mas sim imersa na parte superficial do reboco. Para obter uma boa qualidade dos rebocos e evitar consumos excessivos de material é aconselhável adotar um particular cuidado na execução das alvenarias; as juntas entre os tijolos devem ser bem preenchidas, eventuais furos ou rachas na parede devem ser previamente fechados, os contrachassis devem ficar poucos milímetros salientes. Para respeitar o prumo das paredes, é aconselhável predispor mestras ou perfis nos cantos e guias verticais nas paredes.

    Trabalhabilidade:

    • MS 20 é trabalhado à mão ou com máquinas de projetar reboco tipo FASSA, PFT ou semelhantes. Para aplicações à mão, deitar o produto na quantidade correspondente de água limpa (indicada nos Dados Técnicos) e mexer na betoneira ou, para pequenas quantidades, com um agitador mecânico por um tempo não superior a 3 minutos.
    • A argamassa depois de misturada com água deve ser aplicada no espaço de 2 horas. Aplica-se num único estrato até espessuras de 20 mm projectando de baixo para cima e endireita-se sucessivamente com régua H em sentido horizontal e vertical até obter uma superfície plana. Para espessuras superiores a 20 mm, o reboco deve ser aplicado em vários estratos, à distância de pelo menos 1 dia, tendo o cuidado de deixar o estrato precedente rugoso. O processamento superficial do reboco prevê o acabamento com talocha, a fim de obter uma superfície homogénea e compacta e fechar eventuais microfissuras provocadas pela remoção plástica do produto, e efetua-se de 1,5 a 4 horas após a aplicação consoante as condições ambientais e o tipo de superfície.
    • O acabamento das paredes é completado aplicando rebocos de acabamento de grão fino, argamassas tipo ZP 149 ou LC7 RASOLISCIO, revestimentos murais de base mineral, etc.

    Observações:

    • Produto para uso profissional.
    • Consultar sempre a ficha técnica e de segurança antes de utilizar.
    • O produto fresco deve ser protegido do gelo e de uma secagem rápida. Recomenda-se uma temperatura de +5°C como valor mínimo para a aplicação. Abaixo desse valor a presa é excessivamente retardada e abaixo de 0°C a argamassa fresca, ou ainda não totalmente endurecida, é exposta à ação desagregante do gelo.
    • Para temperaturas entre tra 5°C e 10°C, de modo a evitar um desenvolvimento da resistência mecânica muito lento, aconselha-se a utilizar água a uma temperatura de aproximadamente 20°C. • Quando a temperatura ambiental é superior a 30°C, aconselha-se a utilização de água fria. • Durante o verão, em superfícies expostas ao sol, aconselha-se molhar os rebocos depois da aplicação durante alguns dias.
    • A aplicação na presença de vento forte, pode provocar a formação de fissuras e microfissuras no reboco. Nestas condições, aconselha-se a adoção de medidas de precaução (proteção das áreas internas, aplicação de rebocos em 2 estratos, talochando perfeitamente a superfície, etc.). • Para aplicações sobre suportes particulares (placas em fibra de madeira alvenarias isolantes, etc) não garantimos uma aplicação isenta de fissuras. Os nossos técnicos estão à vossa disposição para aconselhar-vos de modo a limitar quaisquer inconvenientes. É oportuno consultar as indicações do fornecor do suporte.
    • Para reestruturação, com suportes heterogéneos e espessuras variáveis de argamassa de reboco, consultar o nosso técnico da área para um ciclo mais apropriado. • Pinturas, revestimentos, etc. devem ser aplicados após a secagem completa dos rebocos.
    • É necessário ventilar adequadamente as instalações após a aplicação até que esteja completamente seco, evitando mudanças bruscas de temperatura no aquecimento de espaços.
    • MS 20 deve ser utilizado no estado original sem a adição de materiais estranhos.

    Conservação:

    • Conservar em local seco por um período não superior a 12 meses

    Qualidade:

    • MS 20 é submetido a um constante controlo nos nossos laboratórios. As matérias-primas utilizadas são rigorosamente selecionadas e controladas.

    Documentação técnica

    Especificações do produto
    Marca Fassa Bortolo
    Produtos Argamassas, Gesso, Betão, Juntas
    Forma de aplicação Aplicação Manual
    Forma de aplicação Aplicação Mecânica
    Embalagem Saco de 25 Kg
    TAG de Produtos